Produção de motocicletas cai em 98%

Pandemia gera queda absurda em comparação ao mesmo período do ano anterior.


A indústria brasileira de motocicletas registrou no mês de abril, o modesto número de 1.479 unidades produzidas. De acordo com os dados da associação brasileira dos fabricantes de motocicletas ciclomotores motonetas bicicletas e similares - Abraciclo, representa uma queda de 98,4% na comparação com número registrado no mesmo mês em 2019, quando foram registradas 91.226 unidades de motocicletas produzidas. Abril de 2020 também registrou queda de 98,6% quando comparado a março do mesmo ano, período em que no Brasil foram produzidas 102.865 motocicletas.

De acordo com Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, “a produção do segmento ficou praticamente estagnada em abril, já que 70% das fábricas paralisaram suas atividades produtivas como medida de prevenção e segurança de seus colaboradores diante da pandemia do Covid-19."

Em maio, metade das fábricas instaladas no polo industrial de Manaus voltaram a funcionar com a adoção de medidas preventivas para a segurança dos colaboradores. Fermanian ainda alerta que devido ao cenário atual, as projeções para 2020 no segmento de motocicletas serão revistas. Não resta dúvida de que o resultado será impactado pela epidemia de Covid-19 e por isso será iniciado agora um processo de revisão dos números.


A queda na produção por sua vez influencia de forma direta a queda na venda nas concessionárias. No último mês a queda no total de vendas diretas foi de 21,7% e tende a se agravar no decorrer dos próximos meses.