Pirelli apresenta novo Diablo Rosso IV

Nova geração de pneus de alto desempenho da fabricante italiana oferece nova composição e desempenho superior em asfalto seco ou molhado


A Pirelli apresentou no último dia 25 a quarta geração da família Diablo Rosso. Para fazer isso eles escolheram o ambiente que muito provavelmente é o mais acertado para se testar um pneu de alto desempenho: o Circuito Panamericano, o complexo multipistas que a companhia utiliza para a evolução de seus produtos e onde é possível extrair o máximo da moto em várias situações.


Segundo Nathan Petrin, coordenador de marketing da Pirelli do Brasil, a fabricante realizou durante o desenvolvimento do novo pneu, um teste no traçado de Pergusa a fim de comprovar a eficiência do novo Rosso IV e sua melhoria em comparação sua a versão anterior e os demais membros da linha Rosso. Utilizando uma BMW S1000 RR, o tempo de volta em Pergusa com o novo Rosso IV foi 2.5 segundos mais baixo em comparação com o Rosso III. Uma infinidade em se tratando de corrida. Tudo isso obtido utilizando a mesma moto, mesmas configurações, mesma pista e piloto, só trocando os pneus.

Imagem: divulgação Pirelli

Uma das maiores novidades que o Diablo Rosso IV é sua composição. O dianteiro é dividido em três áreas usando dois compostos diferentes: a banda central possui um composto mais duro com alto teor de sílica e ocupa cerca de 50% da largura da seção. Na prática isso significa menos desgaste irregular nas curvas. Na lateral há um composto mais macio, também rico em sílica, e que conforme pude comprovar na pista, oferece excelente aderência, mesmo em piso molhado ou em baixa temperatura.


Já no traseiro, a Pirelli desenvolveu soluções diferentes para cada dimensão sob medida de acordo com as características e necessidades de cada máquina, tendo em consideração elementos como o peso e a potência.


Por exemplo: os modelos traseiros até 190/50 ZR17, para motocicletas de baixas e médias cilindradas, são bicompostos e dispostos de acordo com o layout Cap&Base. O composto mais duro na base é “Full Silica” e garante um aquecimento rápido e equilíbrio térmico ao longo de todo o perfil. Os compostos laterais, também ricos em sílica, são mais macios e foram desenvolvidos especificamente para o Diablo Rosso IV a fim de oferecer a aderência ideal de corrida. E os traseiros com dimensões 190/55 ZR17 e superiores são divididos em cinco áreas usando três compostos diferentes.


Foto: Chris Castanho/Pirelli

As dimensões:


Para quem o Diablo Rosso IV é projetado?


Ele foi desenvolvido para satisfazer principalmente motociclistas que procuram um pneu de estrada capaz de garantir uma condução leve, excelente aderência e desempenho esportivo para extrair o potencial da moto. Ou seja, desde donos de superesportivas até crossovers, que pilotam sozinhos ou com um passageiro, e que buscam pilotagem esportiva independentemente das condições da pista ou do clima. Alguns de seus maiores benefícios são a aderência lateral enquanto inclinado e tração na aceleração, além da máxima aderência durante a frenagem. Outro ponto muito positivo é a segurança que ele oferece, tanto em asfalto seco como molhado. Isso é possível graças às características dos compostos “Full Silica”, usados ​​em ambos os eixos e com um layout Cap&Base na parte traseira, que funcionam em conjunto com o desenho da banda de rodagem, otimizado para um excelente escoamento de água.

Em comparação com o Supercorsa SP, também da linha Diablo, o Rosso IV tem uma natureza de estrada predominante com particular atenção à quilometragem e comportamento molhado. Afinal, o Supercorsa SP foi projetado para ser usado principalmente em pista em condições secas. Já em comparação com o Corsa II, outro pneu do portfólio de racing street da Pirelli, projetado para um uso equilibrado entre estrada e pista, o Rosso IV também garante maior quilometragem e melhor desempenho em piso molhado.


De acordo com a Pirelli, o novo Diablo Rosso IV vai estar disponível nos centros de distribuição e pontos de venda já no próximo mês.



Divulgação Pirelli