Novas Honda 650 mantém o espírito de 1968 vivo

As motos já estão à venda, mas devido a pandemia de Covid-19 a marca não havia tido oportunidade de apresentá-las. Hoje elas foram apresentadas à imprensa em um evento virtual.


Honda CB 650R

A CB 650R segue a proposta New Sports Cafe, inaugurada pelo modelo CB 1000R, e mescla o design de uma naked moderna com características das mais variadas quatro cilindros que já vimos aqui no Brasil. Desde as clássicas four dos anos 70, até a CB600F Hornet, é possível observar um pouco de cada uma destas motos nela.


Durante sua apresentação fomos lembrados da importância que o ano de 1968 teve na história da marca. Ao final daquele ano, a 750 Four foi exposta pela primeira vez no Salão de Tóquio.


O novo sistema de exaustão entrega um som mais encorpado, mesmo atentendo a lesgislação de ruídos e Promot.

Quatro quilos mais leve que a antecessora CB 650 F, a nova naked traz suspensão Showa SFF (onde cada bengala é responsável por funções separadas) upside-down dianteira, monoshock com curso de 128 mm e dez posições de regulagens, calipers do freio dianteiro com fixação radial e rodas mais leves. A iluminação Full-LED, elemento característico do estilo Neo Sports Café, destaca o novo globo ótico, seu painel de instrumentos é do tipo Blackout LCD e inclui indicador de marchas engatadas e shift-light para o momento ideal da troca de marchas.


Ela está disponível nas cores azul perolizado, vermelho e prata metálico e tem preço público sugerido de R$ 39.416,00, base estado de São Paulo, não incluso o frete.


Honda CBR 650R

A CBR 650R é claramente inspirada na Fireblade, não apenas no visual mas também na posição de pilotagem. A geometria mudou para entregar mais agressividade na posição de pilotagem. Veja a comparação com o modelo anterior abaixo.



Seus maiores destaques são a carenagem frontal, o guidão no formato cônico, seu grupo ótico duplo e as novas entradas de ar. Com banco em dois níveis e semi-guidões, todo o resto de suas configurações são compartilhadas com a naked. Ou seja, ela também tem Iluminação Full-LED, painel Blackout com indicador de marchas, suspensão invertida, freios com discos duplos flutuantes, 310 mm de diâmetro, calipers com montagem radial e novo processador de ABS, atuando mais agilmente em situações onde a frenagem deve ser incisiva. Custando R$ 41.080,00, a CBR 650R está disponível nas cores vermelho e cinza metálico,


O piloto Rafael Paschoalin testando a nova CBR 650R

Outros elementos em comum a estas duas novas 650 são motor e chassi. O quatro cilindros refrigerado a líquido trabalha em conjunto com o câmbio de seis marchas com embreagem assistida, deslizante e controle de tração HSTC - Honda Selectable Torque Control. Com exatas 649 cilindradas, o motor recebeu alterações que visam aumentar a entrega de potência em médias rotações. Com potência máxima de 88,4 cv à 11.500 rpm, torque em 6,13 kgfm. a 8.000 rpm, o momento de maior vigor do propulsor é entre os 3 e os 7 mil rpm.


Essas alterações são principalmente o redesenho dos pistões, das câmaras de combustão e do sistema de distribuição, no qual os comandos de válvulas, molas e corrente de acionamento foram ajustados para gerar as novas características de potência e torque.

O chassi tubular de aço segue a arquitetura tipo diamond, com a zona da fixação do eixo da balança realizada em aço estampado e não mais em aço forjado, como eram nas quatro cilindros anteriores da linha. Ele é o principal responsável pela redução em quatro quilos em ambos os modelos.


© 2020 - Motorama S. P. LTDA.

CNPJ 36.892.387/0001-85

-----

canalmotorama@gmail.com

-----

Envio dos produtos da loja de 7 a 20 dias a depender do produto.

  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram