Na estrada somos felizes

Quando levo na moto tudo o que preciso para passar aquele dia e os próximos, me pergunto: “Porque precisamos de tantos objetos em nossas vidas se essencialmente, tudo está aqui? O necessário para acampar, dormir e comer.” Você não pode se dar ao luxo de levar nada desnecessário. Cada coisa inútil ocupa o espaço de algo que pode ser útil. Viajar em uma moto e ter na bagagem somente o necessário é uma metáfora para a vida simples. É uma visão romântica, mas não deixa de ser uma lição para quem estiver disposto a aprender. Uma lição que começa na estrada.


Na estrada com amigos fazemos parte de algo maior. E é interessante quando se sai muito cedo, 3, 4 horas da manhã. Você acompanha o nascer do sol, nem que seja pelo retrovisor da moto. Em uma situação assim estamos sempre vulneráveis. Expostos aos perigos, que são muitos. Se você se envolve em um acidente, não tem cinto de segurança. O seu peito é o para-choque. Mas esse perigo nos faz alcançar um estado de espírito no qual, nessa altura da vida, tendo feito isso algumas vezes, meu corpo e minha mente se viciaram e eu não sei se posso viver sem. Esse vídeo é uma homenagem a esse estado de espírito.