Motul lança seu primeiro produto fabricado no Brasil

Multinacional francesa inova no desenvolvimento de um lubrificante mineral para o segmento de motos de baixa cilindrada


As equipes de engenheiros da filial brasileira da Motul e da matriz da marca na França uniram forças e desenvolveram um novo óleo mineral: o Motul 3000+ apresenta um upgrade em relação ao tradicional Motul 3000, e utiliza em sua sua fórmula insumos para obter um óleo mineral que contribui para o desempenho e a durabilidade conjunto motor e câmbio. Com sua propriedade 100% mineral e viscosidade 20W-50, o 3000+ é indicado para aplicação em motos de baixa cilindrada e tem como objetivos assegurar maior intervalo entre as trocas e menor índice de emissão de poluentes.


Segundo Rafael Nakazato Recio, engenheiro da Motul responsável pelo projeto, o desenvolvimento do 3000+ respeitou um rigoroso processo de qualidade. "É um produto exclusivo que reúne competitividade, qualidade e controle do consumo de óleo. Essas condições foram pensadas durante todo o projeto.” diz o engenheiro.

A Motul é uma empresa francesa e está há mais de 165 anos no mercado de produção e distribuição de óleo lubrificante para motores. A marca está presente no Brasil desde 1992 e contém em seu portfólio uma linha bastante diversificada de lubrificantes, além de apoiar equipes em competições internacionais como: Dakar, 24 horas de Le Mans, MotoGP e World Superbike entre outros.

Com o lançamento do Motul 3000+ a Motul continua atendendo o segmento de motos de até 160 cilindradas, um mercado no qual as motocicletas têm forte presença nos serviços de entrega e rodam por longos períodos e em condições severas. "Percebemos a carência por um produto com qualidade e preço competitivo. O 3000+ chegou para atender o consumidor que precisa rodar muito, garantindo a proteção do motor, com confiabilidade e durabilidade", explica Guillaume Pailleret, CEO da Motul Brasil.

O 3000+ é o primeiro produto da marca desenvolvido no país e será fabricado no estado de São Paulo, em uma indústria parceira, com gerenciamento da Motul, que fornece a matéria-prima, administra a operação e controla sua qualidade.


A embalagem do 3000+ traz um adesivo que pode ser destacado e utilizado na moto

Segundo a Motul, o início das vendas do novo óleo deve ampliar a presença da marca no segmento de baixa cilindrada, um setor responsável por 80% do mercado interno. "Queremos conquistar uma base confiável e ganhar volume comercial. Com uma plataforma sólida, podemos estender a oferta de outros produtos aos clientes" explica Guillaume.