Gold Wing 2019

Quando pensamos em mototurismo e motos Honda duas palavras sempre surgem em nossas mentes: Gold Wing. Lançada em 1975 e considerada objeto de desejo desde então por incorporar o que há de mais moderno em termos de tecnologia voltada para as motocicletas, a Honda GL 1800 Gold Wing é uma máquina desenvolvida para viajar durante muito tempo e por longos percursos. Mesmo tendo passado por uma profunda remodelação, ela consegue manter sua personalidade nesta nova geração. Vamos entender o que mudou.


Seguindo a tendência das motos mais modernas do mercado, agora ela tem painel com tela TFT colorida de 7 polegadas que se destaca no cockpit. Através dele, temos todas as informações possíveis sobre a viagem e sobre a própria máquina: sistema de navegação, áudio, regulagem do controle de velocidade de cruzeiro e de suspensão. Sua conectividade é facilitada pela porta USB e Bluetooth e ela é compatível com o Apple CarPlay.


As malas laterais junto ao case traseiro (presente na versão Tour) possuem capacidade de 110 litros. Como conforto parece sempre ser uma preocupação principal para os proprietários, a Honda diminuiu o espaço entre o piloto e o para-brisa regulável em altura e inclinação na Gold Wing. Essa mudança reduz o arrasto aerodinâmico e melhora o conforto para o piloto e passageiro.

O novo chassi ficou 2 kg mais leve e tornou a posição de pilotagem mais avançada. Associada à introdução da suspensão dianteira por duplo braço oscilante, a moto ganhou estabilidade em todas as condições, inclusive em velocidades mais baixas nos trechos urbanos.

Na traseira, a suspensão tras balança tipo monobraço Pro-Arm conectada ao sistema Pro-Link. Essa solução favorece além do design, a manutenção, além de contribuir para a ação mais progressiva da suspensão traseira, dando maior estabilidade e conforto.

Outro fator que otimiza a ciclística é a coluna de direção avançada e o menor atrito, que foi reduzido em cerca de 30% na suspensão por duplo braço oscilante em comparação ao sistema telescópico tradicional. A função amortizante do sistema está separada do sistema de direção na suspensão dianteira e isso resulta em mais agilidade na ação do guidão.

Tanto a frente quanto atrás, a suspensão oferece regulagem eletrônica automática correspondente ao modo de pilotagem escolhido para aquele momento.

O pneu dianteiro é 130/70 R18 enquanto atrás o pneu é um 200/55 R16. Na Gold Wing 2019 o freio traz o sistema Dual Combined Braking System, que distribui a potência frenante nas duas rodas também de acordo com o modo de pilotagem escolhido. Cálipers de seis pistões atuam em dois discos de 320 mm no freio da frente, e cáliper de três pistões e o disco de 316 mm na traseira. Lembrando ainda que esta continua a ser a única moto em produção atualmente que conta com airbag de série.


Para equipar a nova Gold Wing a Honda selecionou o câmbio de dupla embreagem Dual Clutch Transmission com sete marchas. Sendo assim, o condutor pode optar por selecionar a marcha desejada através de comandos no punho esquerdo do guidão ou utilizá-lo no modo automático. Esse câmbio oferece também o ‘Walking Mode’, que faz com que a moto se movimente em velocidade limitada entre 1,8 km/h à frente e 1,2 km/h em marcha a ré. Para uma moto dessas proporções isso pode ajudar muito nos momentos de estacionar.

Seu motor continua a seguir a clássica engenharia boxer de 6 cilindros, agora com cabeçotes Unicam de quatro válvulas. Ele ganhou um sistema de gestão eletrônica que possibilita quatro modos de pilotagem: SPORT, RAIN, ECON e TOUR. Controle de tração HSTC (Honda Selectable Torque Control), ride-by-wire, sistema Start&Stop e assistente de partida em subidas são outras melhorias que estão presentes agora nela. E mesmo recebendo esse tanto de coisa ela ainda conseguiu perder 48 kg no total.

O motor de 1833 cm³ ganhou 8 cv de potência e mais torque. Eram 17,0 kgf.m e agora são 17,34 kgf.m. Ele também colaborou para o “emagrecimento” da moto com 6,2 kg a menos e 33,5 mm mais curto que o motor da Gold Wing anterior.

Por mais que a previsão de vendas seja em número bem menor que suas principais concorrentes, as Harley-Davidson Road Glide, Ultra Limited e Street Glide vendem anualmente, a Honda está investindo alto no Brasil trazendo não apenas uma, mas duas versões do modelo 2019: a Gold Wing, por R$ 136.550, e versão Tour por R$ 156.550.

1 comentário

© 2020 - Motorama S. P. LTDA.

CNPJ 36.892.387/0001-85

-----

canalmotorama@gmail.com

-----

Envio dos produtos da loja de 7 a 20 dias a depender do produto.

  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram