Ducati Monster 797: uma naked invocada​.

Gostar de motos é uma coisa meio sem explicação. Todo mundo sabe que é perigoso, que doí pra caramba quando a gente cai, mas não perde a oportunidade de acelerar. Eu sou um desses malucos. Minha paixão começou cedo. Acho que antes mesmo dos 14 anos. Um dos irmãos da minha mãe (Tião) foi a primeira pessoa do universo a me apresentar a Honda CB 450. Depois, ele apareceu com uma Yamaha DT 180, lá em casa. Paixões à primeira vista. De lá pra cá, pilotei de tudo: de CGs a motos esportivas. Difícil falar de um modelo que eu tenha curtido mais. Volta e meia, pinta uma novidade no mercado e, como jornalista automotivo, tenho a sorte de andar em algumas. A mais recente foi a Ducati Monster 797.

O modelo, com visual minimalista e farol redondo, carrega a veia esportiva das irmãs maiores e mais um bocado de coisas legais. É leve, gostosa de pilotar e chama muita atenção por onde passa. Fala pra mim que você não gosta de ser notado? Fala! A potência é outra coisa bacana da 797. O motor de 2 cilindros rende 75 cavalos aos 8.250 rpm. Isso é mais do que suficiente pra te fazer esquecer os R$ 39.900 que acabou de pagar. Sim, meus amigos, a moto de entrada da Ducati, no Brasil, esbarra nos R$ 40k. E, acreditem: o investimento pode mesmo valer a pena. Ah, os freios com tecnologia ABS e pinças Brembo cumprem bem a tarefa. Podem confiar. :) Puxões de orelha Para você não falar que eu "rasguei ceda" pra naked italiana, ela tem seus defeitos, claro. Primeiro, esquenta bastante. Falta um sistema de refrigeração mais eficiente. Quando você para em um sinal de trânsito, conta os segundos para enrolar o cabo. Outro detalhe: o computador de bordo tem poucas funções. Não há indicador de marcha, muito menos medidor do nível de combustível. O cidadão só percebe que está perto de ficar no "prego" quando a luz da reserva acende. Me ajuda, Ducati!

Acho que se os engenheiros tivessem se dedicado como os designers, nós teríamos poucas concorrentes à altura. Mesmo assim, a marca aposta todas as fichas no modelo. É a esperança da Ducati para subir posições no ranking de vendas. No acumulado dos primeiros meses de 2018, ela ocupa a 15ª posição entre as montadoras presentes em nosso país. Quer saber mais sobre a Monster 797? Aperte o play e veja a avaliação que eu e o meu parceiro, Hugo Renault, fizemos, Brasília a fora.



© 2020 - Motorama S. P. LTDA.

CNPJ 36.892.387/0001-85

-----

canalmotorama@gmail.com

-----

Envio dos produtos da loja de 7 a 20 dias a depender do produto.

  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram