Distinguished Gentleman’s Ride, "mototerapia" e setembro amarelo…

Atualizado: Out 12

Cada vez mais conectadas, as pessoas estão mais voltadas para si, e repensando conceitos, comprando ideias prontas. Cuidado…





Amanhã é domingo, dia de rodar solo. Esta é a proposta da Distinguished Gentleman’s Ride, ou em bom português, o Passeio dos Cavalheiros Distintos, em prol da arrecadação de fundos e conscientizar o olhar do mundo para a saúde masculina no que diz respeito ao câncer de próstata e prevenção do suicídio.



Passeio dos Cavalheiros Distintos 2020

Já fiz meu trajeto, e quem quiser acompanhar, é só seguir no meu instagram @saulomazagao. Agora voltando ao foco das discussões, o mundo e o motociclismo mudaram. Em algum momento da história, percebemos que precisamos discutir preconceitos, rever esse conjunto de crenças prontas e que na maioria das vezes servem apenas para classificar, nos limitar e nos distanciar de algo que desconhecemos.

Saímos dos traumatizados clubes fundados por combatentes de guerra buscando algum sentido existencial de adrenalina na vida, algum sentido de serventia, utilidade e irmandade. Eu particularmente, vejo com um olhar um tanto quanto estranho, pessoas replicando comportamentos de um contexto histórico, em pleno 2020, sem nunca ter pisado em um campo de batalha.


Harley-Davidson Iron Horse

Aonde quero chegar? O setembro amarelo iniciou, passou e chega ao seu fim, mas os problemas reais da vida, continuam, 365 dias na semana, 24 horas por dia. Depressão é um problema sério,e a qualquer tipo de câncer, pode-se também se acrescentar a depressão enquanto comorbidade. É muito frequente ter os dois, uma vez que um não anula o outro.






Se você não tem a menor ideia do que é um quadro depressivo e não é profissional da área, não se coloque à disposição para ajudar sem ter a menor ideia do que está fazendo. Ano passado um movimento massivo de blogueiros e blogueiras fizeram isso. Resultado: pessoas desesperadas buscando ajuda e gente que se dispôs a ajudar e que por sua vez, também se desesperou com a procura que recebeu. Conheço vários psicólogos e psicanalistas, que não aderem a esse tipo de ato massivo, são guiado pelo discurso responsável e ético. Ou como minha avó diz, se você disse, cumpra…



Palavra de cavalheiro... bons modos...

E claro, não podia esquecer do clássico “mototerapia”, que nada mais é que uma autoajuda, um auto-engano. É "tapar sol com a peneira", não funciona, é um desrespeito tremendo com as vítimas, que são acusadas de "frescas" quando relatam de seu sofrimento ou taxadas de covardes quando consumam o ato do autoextermínio.



Mototerapia: a nova armadilha em pele de autoajuda...

Então, quem faz ou fez acompanhamento psicoterápico ou análise ou conhece algum profissional, sabe o valor que se investe. É investir em saúde, bem-estar, este que as pessoas confundem com estar bem. O caminho do bem-estar é pavimentado de conflitos, buscas, dúvidas e sofrimento. No caminho do estar bem,o bem-estar não está alinhado à inexistência de conflitos ou problemas, mas é ter recursos para superá-los, ou conviver com eles, é bem estar, é responsabilizar a si mesmo, é resolver um ou outro conflito e sair dali com novas perguntas e possibilidades, é reinventar-se.




Na minha opinião enquanto ser existente e pensante, não existem substitutos para psicoterapia ou análise. Embora rodar de moto possa ser prazeroso e relaxante, assim como acupuntura, meditação, culinária, escrita, artesanato, pintura e outras atividades, que também podem ser consideradas terapêuticas dentro do nosso meio social, nenhuma delas substitui a PSICOTERAPIA e a ajuda profissional de um psicólogo ou psicanalista.


No mais é isso pessoal, grande abraço e seguem os rolês amanhã... Bons Ventos!






© 2020 - Motorama S. P. LTDA.

CNPJ 36.892.387/0001-85

-----

canalmotorama@gmail.com

-----

Envio dos produtos da loja de 7 a 20 dias a depender do produto.

  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram