© 2018 - Canal Motorama

Todos os direitos reservados.

  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram

COVID-19: Montadoras e fábricas suspendem suas atividades no Brasil

Montadoras enviaram comunicados para a imprensa informando a paralisação de seus processos de produção a fim de evitar a proliferação do novo coronavírus.


O período no mundo inteiro é de muita cautela e incertezas econômicas por conta do COVID-19 que se alastra rapidamente em todos os países, diante disso, algumas montadoras presentes no Brasil soltaram comunicados informando como irão proceder com suas operações temporariamente até que a crise se estabilize. Veja como foi o comunicado de cada uma delas a seguir.


Honda:


A primeira a anunciar a paralisação foi a Honda Motos do Brasil, que divulgou um comunicado em que informa que as atividades produtivas de sua fábrica em Manaus será suspensa a partir do próximo dia 27 de Março, e retornará apenas no dia 13 de Abril, podendo ainda ter o retorno prorrogado para o dia 20 de Abril. A decisão visa resguardar a segurança e saúde de seus colaboradores.


Fábrica da Honda em Manaus

Os impactos econômicos previstos na decisão não foram divulgados pela Honda.


Yamaha:


Outra montadora que decidiu parar tudo, foi a Yamaha, que em nota divulgada à imprensa emitiu a seguinte mensagem:

Fábrica da Yamaha em Manaus

"Em atendimento às recomendações das autoridades de saúde e no esforço de contenção à Pandemia do COVID-19, a Yamaha Motor do Brasil e as demais empresas que fazem parte do Grupo Yamaha, adotaram nas últimas semanas algumas medidas para garantir o bem-estar e saúde dos colaboradores e de seus familiares. Essas medidas incluem, e não se limitam, a adoção do trabalho remoto para uma parcela dos colaboradores, reuniões internas e com fornecedores realizadas por videoconferências, viagens pelo país e ao exterior suspensas e todos os eventos e ações internas e externas cancelados". Além da alteração no dia-a-dia de seus colaboradores, a Yamaha também anunciou que suspenderá suas atividades na fábrica pelo período de 31 de março à 19 de abril, voltando às atividades no dia 20 de abril de 2020.

Harley-Davidson:


A Harley Davidson do Brasil anunciou a suspensão temporária de uma grande campanha de vendas que havia anunciado para acontecer entre os dias 18 e 28 de março, se trata da campanha Orange & Black Tag. Entretanto, a montadora americana anunciou que manterá as condições especiais de venda que já estavam sendo praticadas para o mês de março até a data normal anunciada, dia 31 deste mês.


Orange e Black Tag: Promoção suspensa


Até o presente momento desta matéria, as outras montadoras do país não divulgaram oficialmente para a imprensa qual será a medida a ser tomada durante o período de quarentena, porém algumas delas soltaram notas em suas redes sociais, confira:


Royal Enfield:


A empresa indiana informou que irá fechar algumas de suas concessionárias, sem especificar quais exatamente, e informaram que para adquirir seus produtos nas lojas que estarão fechadas durante o período, o consumidor poderá optar por atendimento à distância, online ou por telefone.


Dafra:


A montadora nacional divulgou em suas redes sociais que também irá fechar suas lojas físicas e dará continuidade nas vendas através do atendimento à distancia.



Kawasaki:


A montadora japonesa não divulgou nenhuma medida em seus canais oficiais, tendo apenas divulgado uma mensagem de alerta para seus fãs e consumidores.


BMW:


A montadora alemã também divulgou uma mensagem de cautela e prevenção para seus fãs e consumidores, mas não anunciaram nenhuma mudança em suas operações até o momento:



Triumph / KTM / Ducati / Suzuki


Até o presente momento desta matéria as outras montadoras ainda não divulgaram nenhum tipo de mudança em suas atividades.