Blue & Chrome por FCR Original

Eu curto demais os anos 50. Não sei de onde vem isso, mas posso crer que tomei gosto pela estética do meio do século passado através dos filmes antigos que minha mãe assistia. Quando eu era criança não estava nem aí para aquilo, mas à medida que fui envelhecendo aquilo começou a fazer sentido. Percebi que as coisas eram simples e elegantes e me encontrei ali. Eu não preciso ter vivido a época para entender isso.


Como sou alucinado por motos e meu assunto são elas, meu gosto por elas recai nesse sentido também. As minhas preferidas são as motos que foram desenvolvidas ou tem inspiração nesta época. E quando o Instagram me mostra uma customização feita na oficina francesa FCR Original sinto que acabei de sair de uma máquina do tempo que me direcionou para 65 anos atrás. O trabalho deles vai na contramão das tendências que vemos em tempos modernos. Inclusive na escolha da moto.



A Street Twin provavelmente é a neo-retro menos retrô da Triumph. Ela tem rodas de liga, escapamentos direcionados para cima e por mais que eu ame demais essa moto, confesso que o trabalho para deixar seu visual modificado interessante é maior do que em algumas de suas irmãs. Mas a FCR tem um jeito tão especial com as Triumphs que eles pegaram a mais jovem de todas as Bonneville e a refizeram de uma forma a deixar a mais clássica das motos ingelsas com cara futurista. Se eu pudesse deixar a minha própria Street Twin dessa forma, eu o faria sem pensar duas vezes. Na minha opinião este é exatamente o visual que a Triumph deveria colocar em uma de suas motos.


O azul turquesa no tanque é soberbo. E combina em muita harmonia o cromado dos emblemas e a parte côncava dos joelhos. A moto recebeu tampas cromadas para o motor, novos pára lamas em alumínio e o toque de mestre: a troca das rodas originais aro 18/17 por um par de rodas raiadas de 18”, com os pneus Dunlop TT100 e K81.



O banco em couro preto ficou muito legal. A suspensão traseira é da fabricante Shock Factory e os escapamentos são do catálogo da própria FCR. Eles oferecem uma série de peças específicas para Triumph e essa customização conta também com o farol, os piscas e o suporte de placa deles.


Lá no cockpit quase tudo foi trocado por um kit mais enxuto. A FCR instalou o velocímetro motoscope tiny da Motogadget, e novo guidão cromado de fabricação própria, junto com novos interruptores.



Pilotar uma moto com estilo tão old school mas com motor moderno e recursos como Ride-By-Wire, embreagem deslizante, controle de tração e ABS deve ser demais. Com esse trabalho a FCR Original conseguiu provar que o visual contemporâneo e arrojado da Twin pode ser convertido em uma máquina com o estilo que vai fazer as pessoas olharem para ela na estrada e pensar que se trata de uma relíquia restaurada.


Fonte das informações e das fotos: https://www.fcr-original.com/triumph-blue-chrome/






1 comentário