06. O equilíbrio nas viagens de moto

Quando aprendemos a andar de bicicleta, equilíbrio é tudo. Todo o processo depende desse conceito básico de manter a bicicleta em movimento constante e só nos consideramos preparados quando tiramos as rodinhas e conseguimos seguir em frente sem por o pé no chão.


Para andar de moto, outros elementos entram em jogo como a potência de arrancada, o ganho rápido de velocidade, os espaços entre os carros e a visibilidade nas vias, mas a essência é a mesma. O equilíbrio precisa ser mantido. E quando começamos a usar a moto em viagens longas, além dos passeios e o uso do dia a dia, passamos a observar outros tipos de equilíbrio envolvidos.